24 de fevereiro de 2014

Recuar no tempo

Nunca fui pessoa de arrependimentos. 
Foram poucas as situações em que sinto que deixei algo por dizer ou por fazer. Admito que em algumas situações fui até demasiado bruta...

Se me perguntassem a que momento da minha vida gostaria de recuar, se pudesse regressar só a um momento, sei bem a que momento quereria regressar.
Não tanto por sentir necessidade de fazer algo diferente, corrigir alguma acção ou palavras. Quer dizer... há uns dois ou três momentos que vivi com o Falipe que se pudesse refazer tudo, fá-lo-ia certamente de maneira diferente!

Mas quereria regressar apenas e só para o poder viver de novo, da mesma forma. Para matar saudades. Para o reviver mais do que apenas uma recordação na minha mente.

Sei que regressaria certamente à infância, a uma das muitas noites em que me enroscava no colo da minha mãe pequenina. 

Como não o posso fazer, há dias apercebi-me que existe uma certa forma de fazer o tempo recuar. Sempre que envolvo o meu filho meu colo, depois de lhe ler uma história.

E vocês, se pudessem regressar atrás no tempo, na vossa vida... o que mudariam?


3 comentários:

Lacorrilha disse...

Eu não mudaria nada :)

Paula disse...

Acho que não penso muito nisso... podia aproveitar mais os pequenos em bebézitos, não me stressar com isto ou com aquilo mas não tenho nada que mudasse especialmente...

Jo disse...

Para ser sincera nunca pensei nisso... E agora também não me ocorreu nada. Há tanta coisa que me aconteceu sem eu ter uma palavra a dizer que já me deixei de "se". Mas claro que há momentos em que me apetece congelar o tempo e prolongá-lo ad eternum. :)