11 de fevereiro de 2014

Semanário de gravidez #3

Mudei oficialmente de nome. Agora quando me chamam, tratam-me por Barriguda.

A barriga parece ter dado um pulo. 
Todos comentam: "ena pá, que barrigão que já tens!"
A meu ver, e comparando com a primeira gravidez, diria que em termos de tamanho a diferença é pouca. Lembro-me que por volta das 21 semanas estava mais ou menos roliça assim como agora.

Os movimentos de bailarino sucedem-se durante o dia. Esta deve ser mesmo a coisa que eu tinha mais saudades numa gravidez! Aquele reboliço que acontece ali na minha barriga, apesar de ainda não haver propriamente chutos de karateca!

O Falipe parece estar cada dia mais entusiasmado com a ideia de ter um mano.
Este fim de semana, sem qualquer planeamento prévio andámos a mexer na ordem das mobílias do quarto do Falipe, já a pensar no futuro, quando tivermos que montar a cama de grades.

Ao princípio, o Falipe não achou piada nenhuma andarmos a alterar a ordem das coisas. Chegou mesmo a dizer que assim não estava bem e descrevia como deveria estar, ou seja, como sempre esteve! Começo a aperceber-me que o meu menino é um tanto resistente a mudanças e pouco entusiasta perante a novidade...  Basicamente cheguei à conclusão que primeiro temos que lhe implantar a ideia, deixá-la a marinar e esperar que o meu rapazola aceite e apresente a ideia como sua! Mas como não quis desperdiçar a oportunidade que surgiu do nada, fiz-lhe ver as enormes vantagens de mudarmos a disposição da cama dele, que ficava com mais espaço para brincar com o tapete das letras, e ele acabou por ficar tão contente que a adaptação parece ter sido uma coisa perfeitamente normal. Realmente, os planos que correm melhor são aqueles que não são nada planeados!

Quanto a mim, sinto que ando mais aluada, menos "presente" e a levar esta gravidez um pouco como se fosse uma coisa rotineira e habitual. Talvez o facto de ter apanhado a 4.ª constipação, que me deixou de rastos no final da semana passada, aliada à maldita tosse alérgica que apareceu do nada, provocando-me ataques de tosse seca que me revolvem o estômago já chacinado pela azia (que é cada vez maior) e me faz tomar Atarax em caso de extremo SOS, deixando-me sonolenta e sem qualquer capacidade de concentração, não contribuiu em nada para que me sinta em "estado de graça". Além do mais, este temporal que não nos deixa, começam a afectar o meu natural optimismo e boa disposição. Estou positivamente farta deste tempo invernoso. Eu sei que é o tempo dele, mas já dava um bocadinho de tréguas, não?!

Outra coisa que na primeira gravidez não me "assombrava" sequer mas que agora parece "dançar" na minha mente é o momento do parto. No entanto, faço por manter o mesmo pensamento: será como tiver que ser! E há tanta mulher a parir diariamente sem grandes dificuldades, que comigo não será diferente...

5 comentários:

Paula disse...

É verdade, este tempo não dá vontadinha de fazer nada... imagino sempre que seria incapaz de morar lá pelos países nórdicos (nem pelo norte quanto mais pelos nórdicos)... mas enfim. Sabes o que eu fazia quando andava assim? Bolo de berlim para baixo! Quem diz bola de berlim diz outro bolo qualquer que gostes muito... pois n é muito bom dar estes conselhos a grávidas mas ficava logo mais animada :D

Pensar no parto, deve ser coisa de 2ª viagem. Como já sabemos ao que vamos estamos menos ingénuas. Mas é como dizes, manter a calma e vai correr bem (eu tremia que nem varas verdes quando chegou a hora de ir para o hospital, juro, até os queixos batiam lollll, mas depois acalmei e foi tudo sereno... (epidural, epidural, epidural ;)).

Beijocas xx

A menina cos(z)e? disse...

Revi-me tanto neste post, Naná. É mesmo verdade que as coisas não planeadas correm mesmo melhor, as crianças são tão resilientes, que se adaptam melhor do que conseguimos imaginar. Quanto ao segundo parto, confesso que andava um bocadinho angustiada, como disse a Paula, a pessoa já sabe ao que vai e é fácil ficar com medo. Mas vais ver, vai ser mais fácil, assim desejo! Tudo a correr bem! Beijinhos

luisa disse...

O normal é o 2º ser mais fácil... :)

gralha disse...

Beijinhos à barrigudinha e é claro que vai correr tudo bem. Confia no teu instinto :)

Magda E. disse...

Sempre ouvi dizer que com o segundo filho "descuidamos" mais, e começo a concordar. Do nada vou quase a meio e nem sei cm isso aconteceu. A mim ainda não me deu para pensar muito no parto.