10 de fevereiro de 2014

Falipices #67 - Letra a letra, sílaba a sílaba

Que ele já não iria demorar muito a conseguir ler, já eu sabia. A professora já me havia avisado disso mesmo.

A curiosidade constante, o interesse sempre presente faziam-me suspeitar que a qualquer momento ele iria simplesmente ler algo que viu em qualquer lugar.

Estou certa que não foi esta a primeira coisa que ele conseguiu ler, mas foi a primeira palavra a que assisti, em que estive presente a vê-lo juntar as letras e conjugar as sílabas.

Senti algo enorme percorrer-me o corpo, como uma explosão de orgulho enorme, como se me tivesse saído a sorte grande! Sei que foi mais ou menos o mesmo que senti quando o vi sorrir-me deliberadamente teria ele uns quatro meses! Como que uma força maior de felicidade que se apoderou de mim.

A primeira palavra que ele leu na minha frente foi a marca do baton dos lábios, quando íamos a sair de casa para ir ao supermercado!

Le-ti-balm...

Fonte: www.google.pt

5 comentários:

Tanita disse...

Também a mim o teu filho me encheu de orgulho, a palavra não interessa nada. Beijo

Amigo Imaginário disse...

Também achei que era um dos momentos mais bonitos da maternidade! Parabéns ao "mano mais velho"! :)

Maria Duarte disse...

Mãe babada?
Não, não se nota nada....

É um orgulho enorme vê-los começar a caminhar sozinhos.

dona da mota disse...

Ahahahah! Muito bom ter letibalm no top10 de palavras preferidas!
Que bom para ele e para ti pois ter um filho avesso às letras é muito... Chato? Frustrante? Chamemos-lhe desafiante, vá!...
:)
Beijos!

Magda E. disse...

coisa boa!!!