11 de novembro de 2013

Soltas...

É bom voltar a ouvir músicas de outros tempos... aconchega o coração e a alma!

A minha intuição feminina ainda é o que era, e o tempo vai-se encarregando de me mostrar que costumo estar certa e que por isso, nunca devia duvidar da voz que me sussurra atrás da orelha em relação a pequenos acontecimentos... só não acerto no euromilhões, porque invariavelmente não jogo!

Ir à feira de S. Martinho e não comer farturas não é a mesma coisa!

Os carrosséis e carrinhos de choque da feira são um verdadeiro estoiro de dinheiro, mas a felicidade estampada no rosto do meu filho vale cada cêntimo!!

Quando as pessoas nos sentem a falta, têm por hábito procurar-nos... quando não sentem, esperam sempre que sejamos nós a procurar... e isso diz mais sobre ti do que sobre eles...

Novembro passa a ser sinónimo de pagar IMI, tal como Abril...

Cada vez tenho menos paciência para pessoas armadas ao chico-espertismo (e isso inclui duas serigaitas de 8 anos armadas em penetras na fila da montanha-russa)

Se calhar devia começar a pensar se vou realmente fazer festa de aniversário ao Falipe, dois ou três dias depois da data...



5 comentários:

Paula disse...

Tens muito em que pensar :)

Por aqui também temos IMI... viva... (NOT!)

Beijinhos xx

Maria Duarte disse...

Tanta verdade junta....

Euromilhoões, todas as semanas ganho! ( o dinheiro que não gastei)

Margarida disse...

1. Nem me fales em IMI...
2. Feira sem farturas não é feira. E farturas têm de ser na Familia Mateus :-)
3. Não te esqueças do euromilhões - para sexta feira há 100 milhões de euros em jogo - mesmo como o que o estado retém ainda sobra muito, para farturas e carroceis :-D

desabafosemrodape disse...

farturas, feiras e carroceis, está tudo no mesmo cenário, agora o IMI é que era escusado,isso é uma "fartura" de inquietações. boa semana. beijinho.

Arco Iris disse...

Fico pelo pormenor da festa de anos do Filipe.
Por vezes é difícil conciliar na data certa...
Se aceitar a minha sugestão, era o que fazia com as filhas.
No dia, para os de casa, na outra data família e amigos.