1 de novembro de 2013

No dia de Todos os Santos...

Em vez de assinalar o Halloween ou o Dia das Bruxas, ou que seja destas festas importadas...

Em vez de brincar aos fantasmas, aos monstros e às bruxas, assumi seriamente a minha obrigação de filha única, e fui tratar da tua lápide tumular, pai.

Escrever a dedicatória para ser gravada na fria pedra mármore foi uma tarefa complexa para mim, que quase 4 anos passados, sinto que ainda não consigo ter o distanciamento necessário para escrever a saudade que carrego e a tristeza de não estares cá. Há o espaço de gravação a ser considerado, e também o custo da gravação à letra...

Eu sei que já deveria ter tratado deste assunto, mas a força para o fazer, só agora reuni...

A escolha da fotografia não foi tarefa menos simples. Porque apesar de eu gostar mais desta ou daquela fotografia, recordo-me bem que as detestavas por esta ou aquela razão e dizias sempre que não tinhas "ficado bem"!

O senhor que me atendeu na oficina de mármores fez-me perguntas para as quais não sabia bem as respostas... a não ser dizer aquilo que ele já depreendera: 

É a primeira vez que mando fazer uma lápide!

Espero bem que nem tão cedo tenha que tratar de mais alguma...

11 comentários:

M♥M disse...

Por vezes temos de esperar pela hora certa para fazermos algo para podermos dedicar toda a atenção possivel e necessária e no teu caso, colocares na 'ultima morada' do teu pai todo o amor e dedicação que tens por ele, ainda que isso te traga memórias boas ainda que repletas de muita saudade.
Beijinho

Na Província disse...

É complicado, muito complicado...
Tenho medo que estas tradições se percam e agora que deixou de ser feriado, ainda pior!

gralha disse...

Um grande abraço, querida Naná.

Ana C. disse...

:( Um grande beijinho para ti.

A menina cos(z)e? disse...

Um grande xi-coração.

Ana Fernandes disse...

ainda há pouco escrevi que se por um lado esta condição de não ter pai ou mãe... ou ambos nos fragiliza por outro e através do amor que permanece a unir-nos, temos momentos em que somos quase invencíveis... calculo que não tenha sido fácil... força!!

JP disse...

Olá Naná,
Cheguei num dia mau...

Deixo um beijinho apenas

(Já te sigo)

Lacorrilha disse...

Um abraço apertado e um beijinho doce.

martinha martins disse...

É preciso esperar! O tempo ajuda... Bjs

Naná disse...

Obrigada a todos pelo enorme carinho :)

Paula disse...

Beijinhos xxx