23 de maio de 2013

Bancada de ensaios?!

 Há coisa de dois anos, um colega meu de faculdade enviou-me o link para um artigo que li na integra e que me deixou de cabelos em pé.
Dois anos passados, as palavras que li neste artigo parecem fazer cada vez mais sentido!
Nos dias que correm, com tanta informação, contra-informação, comentário e contra-comentário, opinião e contra-opinião, acho que estamos um pouco à nora, desorientados e sem saber qual será o melhor caminho... o que sabemos é que a vinda da Troika de pouco ou nada nos adiantou... será que somos mais uma bancada de ensaios?!

Este é um excerto do artigo, é longo mas vale a pena perder tempo a ler!

5 comentários:

Susana disse...

A mim choca-me a memória curta ou então o que se encobre em prol da economia e da sáude dos bancos. Submetem-se as pessoas a provações porque um dia a banca e os Governos acharam por bem darem mais do que o que deveria ser possível. Agora especula-se a todo o custo pelos culpados, mas esses ainda ganham alguns apoios pela porcaria que fizeram e que sofre são sempre os mesmos. Infelizmente isto do FMI apenas serve para atirar areia para os olhos de muita gente e por detrás de uma suposta 'solidariedade' escondem-se jogatanas que apenas servem para encher os cofres de quem já é rico/milionário. Uma triste realidade...

carla disse...

Estas palavras fzem todo o sentido. E se não tivermos governantes com os "ditos" no sítio, que hajam em prol de quem os elegeu e não dos seus próprios interesses e dos credores/usurpadores, acabaremos por ter um fim muito triste.

Magda E. disse...

medo. é o único que se me ocorre. medo porque está fora das nossas mãos...

carla disse...

Só agora reparei: é "ajam" e não "hajam"...

Paula disse...

Eu estou como a Magda... Medo :-\