26 de fevereiro de 2013

Marina Abramovic Meet Ulay

"Nos anos 70, Marina Abramovic viveu uma intensa história de amor com Ulay. Durante 5 anos viveram num furgão realizando todo tipo de performances. Quando sentiram que a relação já não valia aos dois, decidiram percorrer a Grande Muralha da China; cada um começou a caminhar de um lado, para se encontrarem no meio, dar um último grande abraço um no outro, e nunca mais se ver. 23 anos depois, em 2010, quando Marina já era uma artista consagrada, o MoMa de Nova Iorque dedicou uma retrospectiva a sua obra. Nessa retrospectiva, Marina compartilhava um minuto de silêncio com cada estranho que sentasse a sua frente. Ulay chegou sem que ela soubesse... e foi assim."




encontrado no FB, partilhado por uma grande amiga!

11 comentários:

Ceres disse...

Adorei :-)

Obrigada pela partilha! xx

Arco Iris disse...

Obrigada pela partilha.

Lacorrilha disse...

Eu não posso ver estas coisas, ando uma piegas. Gostei tanto.

blue disse...

Eu partilhei no meu face esta manhã! :D
Coincidências!
E adorei, com uma lágrimazinha no canto do olho.
Uba

Ana C. disse...

Confesso que a parte que mais gostei (também já tinha visto a circular no facebook), foi quando ele teve que passar por duas pessoas completamente nuas, tipo jarrões da china no meio do caminho. A partir daí, não consegui concentrar-me mais e todo o romantismo se eclipsou...

ouvirdizer disse...

Ó Naná, é tão bonito...
Ana C. tu és realmente demais... uma romântica camuflada. Colas a história na parede do teu blog e depois mandas-lhe setas... demais!
Então mas não é das coisas mais bonitas que se viu nos últimos tempos, e não é ficção...
Eu adorei, demais!

CoriscaRuim disse...

Olha, vi no Facebook do Shiu e coloquei no tasco também. Não resisti. A reação dela quando abre os olhos e o vê é fantástica!

CoriscaRuim disse...

Olha, vi no Facebook do Shiu e coloquei no tasco também. Não resisti. A reação dela quando abre os olhos e o vê é fantástica!

Angela Costa disse...

Oh Naná vou ter que levar :)
Em tempos estudei a obra dela mas este video ainda não tinha visto ... fantástico :)
Obrigada pela partilha
Jinhos

Ana Fernandes disse...

:) ontem tb descobri no fb e tb postei no meu blog é realmente um momento emocionante, tenho a sensação que as suas almas artísticas e excêntricas ficaram mais despidas uma perante a outra do que alguma vez o tiveram do ponto de vista físico...

Tanita disse...

Pronto já me puseste a chorar, mas obrigada por partilhares este momento tão bonito.