31 de dezembro de 2012

Resoluções de bolso para 2013

Apesar do sentimento um tanto desesperaçado de que fui acometida à entrada deste novo ano, e quiçá de um novo ciclo que se iniciou em 21 de Dezembro de 2012 (os maias lá saberiam o que previam...), não posso deixar de registar algumas pequenas resoluções para que 2013 seja diferente do cinzento ano de 2012, em que me senti assoberbada pela angústia, por um certo estado deprimente e alguma ansiedade, sem que lhe conhecesse a origem ou a causa...

Bem, mas vamos lá:

1. Preferir a comida vegetariana à que inclui carne;
2. Tentar integrar-me de forma consistente num programa de voluntariado. Gostava de conseguir vencer a relutância que sinto em ser voluntária junto de pessoas com cancro, pela minha auto-preservação pessoal, dada a experiência pessoal anterior e a minha absoluta incapacidade de não me ligar profundamente de forma emocional às pessoas... mas talvez possa encontrar uma forma de ajudar o próximo, de forma consistente! Não importa a forma de que se reveste...
3. Mexer o corpinho de forma mais frequente e sem preguiças. Agora já não há desculpas, porque até o Falipe já tem uma bicicleta e podemos ir dar umas voltinhas ao quarteirão!
4. Tirar mais tempo para ler ainda mais livros
5. Voltar a encontrar tempo para ir ao cinema (apesar de estar pela hora da morte!)
6. Tratar de arranjar gana para fazer todas as decorações em casa que sempre magico na minha mente, mas que não saem daí... afixar as molduras todas com as fotos, as aguarelas, os pensamentos inspiradores e até aquele diploma da Universidade de Coimbra que sempre achaste que não irias ostentar!
7. Comprar um cabaz de legumes, fruta e ovos aos teus primos, já que eles têm uma horta grande e muitas galinhas. Se vais gastar dinheiro nisso, em vez de dares os € ao tio Belmiro, vai à horta do Cotifo!
8. Reciclar pelo menos um móvel para colocar na casa de campo! Dá trabalho, mas aposto que vai ser altamente gratificante!
9. Arrendar de uma vez por todas a casa dos meus pais e deixar o sentimento de posse onde ele deve ficar, em lugar nenhum!
10. Tratar de deixar de preguiçar e procrastinar e arregaçar as mangas como sempre fizeste e luta por aquilo que desejas!
11. Reduzir drasticamente a visualização de notícias diárias, seja na televisão, nos jornais online ou em papel. O mote é: mais ignorante, mas infinitamente mais feliz!
12. aproveitar as praias a 5 minutos para organizar ideias com mais frequência.


Ah, e não te esqueças:
- pagar IUC's, IMI's, IRS e demais pagamentos ao Estado apenas e só no no último dia disponível! Paga como sempre pagaste, mas sempre no último dia!

8 comentários:

Jardim de Algodão Doce disse...

:) Feliz 2013 para ti e para os teus com muitos momentos bons.

MauFeitio disse...

Bom Ano Naná! Tudo de bom!

kuka disse...

Pois...De boas intenções...
Do fundo do meu coração,desejo um ano igual ao anterior.
E não, não sou pessimista!

Bella disse...

Que consigas concretizar todas as tuas resoluções.
Bjs e Feliz Ano Novo

Sonia disse...

Feliz 2013 e tudo de bom!

Essa de pagar os impostos…:))

Tanita disse...

Querida,
tenho fé neste ano, só mesmo para contrariar o que nos dizem, sou assim que fazer? por isso acredito que este vai ser um ano muito bom, podemos não ter mais dinheiro, mas a vontade, a gana, ninguem nos pode tirar, por isso acredito que vais concretizar todos os teus desejos, e vendo bem, nem estás a pedir nada impossivel de concretizar.
Beijo**

CV Love disse...

Feliz 2012

Soneca disse...

Gostei do "... pagar ao Estado apenas no último dia ...". Já faço algo parecido desde o Sócrates! lol Não no último dia porque pode haver algum problema mas no penúltimo dia.
Bom Ano!