9 de novembro de 2012

Muro de Berlim

Hoje assinala-se o aniversário da Queda do Muro de Berlim. Nunca mais esquecerei este dia, sei que me ficou gravado na memória o arrepio que senti quando vi as imagnes na velhinha Körting a preto e branco.
Senti verdadeiramente, do alto dos meus 11 anos, que estava a assistir a um momento histórico.
E estava longe sequer de imaginar que anos mais tarde iria dissecar este acontecimento na licenciatura em Relações Internacionais. Que mais tarde iria compreender bem melhor e na sua real dimensão o que verdadeiramente mudou com a queda daquele muro.
Este acontecimento é tão vivido e marcante na minha memória que eu ainda me recordo de ter escrito no meu diário neste dia o seguinte: "Hoje foi o dia em que caiu o Muro de Berlim e terminou a Guerra Fria."
Mal sabia eu que iria ser o redesenhar do mundo como o conhecíamos até então, de todos os pontos de vista: económico, financeiro, social, territorial...
Passados estes anos todos, as fronteiras físicas têm pouca força perante os fluxos económico-financeiros e não haverá muro nenhum que contenha esta crise e a impeça de continuar a alastrar a todos os países, de uma forma ou de outra. Estes são tempos históricos, que virão daqui por uns anos nos manuais de História, que leccionam nas escolas.

1 comentário:

Arco Iris disse...

Foi um dia muito marcante para os Alemães e até para a Europa.
Mas eu penso que foi só a queda do Muro....porque depois aquilo que esperavam não se deu.
Bjs :))