30 de novembro de 2012

Acordar com um sorriso

Aquele momento em que o teu pai te deposita ainda meio adormecido na cama, ao meu lado, e tu fazes o movimento imediato de te chegares a mim, para te aconchegares no meu calor, como quem procura o exacto espaço onde se sente confortável, é algo de indescritível.

E eu fico com aquele sorriso pateta de mãe galinha com os filhotes debaixo da asa, e aqueço-me no calor que tu, qual bombinha aquecedora, emanas junto a mim. Eu observo o teu rosto e fico todos os dias novamente abismada perante ti, pensando em como eu e o teu pai concebemos o ser tão lindo e perfeito.

Os meus despertares habitualmente rabugentos foram substituídos por um sorriso rasgado de quem descobre a cada amanhecer um novo tesouro: o coração a transbordar de amor por ti!
Fazer ronha por dez minutos para estar assim ao teu lado faz valer tudo a pena!


Passados cinco minutos, tu despertas por completo e de repente parece que eu e o teu pai estamos metidos numa montanha russa ou num rodeo, a tentar vestir-te enquanto tu pulas e saltas e te mexes energicamente revirando tudo à tua passagem!

Bom dia, Caluxo!

5 comentários:

Sonia Corv disse...

Tão linda a tua mensagem! Já não faço isso há muito tempo… a idade é diferente e já é da minha altura:) Aproveita porque vais ter saudades.

Ana Santos disse...

E sabe tão bem!!!!
Bela mensagem... dá vontade repetir vezes sem conta.

Arco Iris disse...

Tão intensa a descrição que me levou há anos atrás em que tinha a mesma sensação com as minhas filhas.
Bjs e bom fim de semana.

Lacorrilha disse...

Que mãe tão babada. Linda descrisão, tu só me derretes, que eu ando uma sentimentalona. Não te aproveites, eheh.

Benedita disse...

Estou derretida!!!
Beijinhps