23 de outubro de 2012

Cartas ao Pequeno Princípe

A Tanita acertou em cheio na prenda que me enviou pelo meu aniversário.
E se sorri quando vi o que era e depois ao ler a sua missiva, carregada de amizade, mais sorri quando soube de imediato que destino dar a esta prenda. Obrigada querida amiga!

Decidi que este iria ser uma prenda minha, mas de mim para o meu filho.
Neste caderno tão simples e bonito pretendo escrever pequenas cartas e mensagens para um dia ele ler, quando e se quiser.
Porque foi quando ele estava na minha barriga que finalmente me decidi a ler esta história, tão linda. E guardo o livro para lhe oferecer quando ele o quiser ler e se sentir preparado para isso.


10 comentários:

Tanita disse...

Quando olhei para ele, vi logo que destino tu lhe podias dar :)

Tanita disse...

Quando olhei para ele, vi logo que destino tu lhe podias dar :)

Doríssima disse...

É uma história linda, sem dúvida! O meu tbm o tenho guardado para o Tiago o ler quando for mais crescidinho.

ouvirdizer disse...

Há tempos comecei a ler o meu aos miudos... embora nunca o tenha considerado um livro infantil...
Fizeram muitas perguntas, demasiadas perguntas... voltei a achar, como dizes, que é para quando eles estiverem preparados porque este livro tem uma interpretação que vai muito além do aparente...
Tenho andado para o abrir novamente e explicar-lhes o conceito de cativar, essa mensagem acho que já a compreenderão...
Por muito conhecido que seja, às vezes acho que este livro devia ter, ainda assim, mais peso na vida das pessoas, é que os comportamentos humanos estão tão bem explicados...

Nota: Tenho espreitado muito pouco e comentado nada... Assim: Parabéns! Não sabia que somos do mesmo ano e temos una 15 dias de diferença. 1978, do best! Eu faço os 34 domingo!
Adorei o texto do pablo... este é que leio muito pouco (nada?) e tenho que me dedicar mais a ele...

Beijinhos!

Lemon disse...

Tenho uma paixão por este livro. Há uns meses ofereci ao afilhado, adorou mesmo que não entenda muito, adorou :)

Lacorrilha disse...

Acreditas que já peguei no livro duas vezes, mas nunca consegui passar das primeiras páginas? Um dia destes é de vez.

Naná disse...

Tanita, tu sabes mesmo o que eu gosto!

Doríssima, é mesmo uma grande história!

Vera, ainda bem que o li em idade adulta, porque possivelmente poderia não ter compreendido a mensagem mais importante! E se a malta de 1978 é do best, as de Outubro de 78 são ainda mais do best, não desfazendo os demais...
O Pablo também conheço pouco... descobri o poema por mero acaso e não mais me saiu da cabeça. Como é que andei ignorante tanto tempo!

Lemon, é mesmo muito bom! E uma prenda excelente. Todos deviam ler este livro!

Lacorrilha, é melhor leres quando estiveres preparada para o compreender. Ele é muito simples, mas encerra uma mensagem muito boa!

Arco Iris disse...

É sem dúvida um livro que faz parte das nossas vidas.
O meu neto mais velho, já o tem, e a mãe lia-o muitas vezes.
Uma boa ideia para dar ao outro.

Arco Iris disse...

Naná se calhar estou afazer confusão com o livro " O Princesinho "
Bjs

Naná disse...

Arco Iris, é mesmo do Principezinho que estamos a falar :)