13 de agosto de 2012

Esquerdices

Hoje é o dia internacional do canhoto.

O Falipe é canhoto.
A minha mãe também o era.

Quando estava grávida do Falipe desejei secretamente que ele fosse canhoto, vá-se lá saber bem o porquê... talvez por num impulso de desejos parvinhos achasse que seria giro ele ter qualquer coisa em comum com a minha mãe.

Na reunião de fim de ano, a educadora do Falipe mencionou que ele, ao nível da motricidade fina estaria menos desenvolvido relativamente aos outros no uso da tesoura. 
Respondi que isso era mais do que natural, tendo em conta esse pequeno pormenor que a educadora possivelmente não levou em conta, o facto de ele ser esquerdino e como tal, ter alguma dificuldade em usar utensílios que não estão propriamente adaptados para quem usa a mão esquerda e não a direita.
 
Gosto que o Falipe seja canhoto, tal como achava imensa graça ao facto de a minha mãe o ser!
A minha mãe acabou por se tornar ambidextra no que à escrita diz respeito, por conta de muita reguada e muita palmada na mão esquerda, porque era considerado "feio" escrever à canhota... mesmo a minha avó contribuiu com muita palmada e muito ralhete por causa do uso da mão esquerda na costura, no crochet e em muitas outras coisas da vida quotidiana.
O Falipe nunca levará reguadas ou palmadas por conta disso, no que depender de mim, porque eu acho mesmo muito feio contrariar algo que nasceu com a pessoa, e que no fundo, não prejudica ninguém!
No entanto, quando lhe estendem a mão num aperto, ele que tinha propensão a oferecer a esquerda, já usa estende sempre a direita.

A minha mãe, quando eu me portava mal, dava-me palmadas sempre com a mão esquerda.
O Falipe quando "levanta mão" em sinal de protesto, fá-lo sempre com a esquerda!

Dizem que os canhotos são pessoas mais inteligentes e sensíveis que os dextros.
Isso não saberei dizer... e pouco me interessa se é essa a razão da sua inteligência.
Sei que todos os canhotos que conheço são pessoas dotadas de uma rapidez de raciocínio e perspicácia fora do comum.
Sei que o Falipe capta coisas com uma enorme facilidade e rapidez. A educadora diz mesmo que é muito perspicaz, apesar de muitas vezes ostentar alguma abstracção do meio que o rodeia.
Se está relacionado ou não, não sei!
Sei que gosto de vê-lo pegar nos lápis de cores com a mão esquerda e fazer desenhos, enquanto põe a ponta da língua de fora, ao canto da boca!

6 comentários:

Jardim de Algodão Doce disse...

Eu sou ambidextra e o meu filho mais velho é canhoto. O pequenino ainda não sei...olha viva os canhotos! :)

Mammy disse...

Nos canhotos, o hemisfério cerebral dominante é o direito, que é o responsável pela criatividade e intuição, ao contrário dos destros que têm o hemisfério esquerdo dominante. Por isso, se diz que os canhotos são mais inteligentes. Na generalidade, são mais criativos e, se reparares, há imensa gente ligada às artes que é canhota.
Tens aí um artista em potência!
:)
Beijinhos

{entreter os dias} disse...

Que maravilha um canhoto. Quando era pequena tinha três desejos, mesmo de menina que lia muitas aventuras e adorava morar num mundo distante do que vivia, ser canhota, ser ruiva e ter sardas *_*
As coisa que desejamos são fabulosas!!!
Um beijo grande e um xi para o teu maravilhoso canhoto.

Ana disse...

É incrível como antigamente contrariavam os canhotos. O cérebro é que manda e não se pode contrariar. Ainda bem que tens sensibilidade para isso.
Não sei se sabes, mas há tesouras próprias para canhotos, o Jardim deveria ter.

Beijinhos

pontinhos ao vento disse...

Gostei...;)

Beijo
Maria

Naná disse...

Jardim, ser ambidextra é excelente. A minha mãe tornou-se porque a obrigaram...

Mammy, estou certa de que ele é mesmo um artista, e palpita-me que se quiser dedicar-se à representação é capaz de ter futuro. Ele inventa histórias e representa-as com uma teatralidade incrível... ou talvez seja só esta veia de mãe babada a gabar-se!

entreter os dias, é tão bom sonhar. às vezes sinto falta dos tempos de criança por isso! vivam mesmo os canhotos!

Ana, por acaso sei que há utensílios como tesouras, réguas e apara-lápis para canhotos. Por acaso coloquei a questão na escolinha e garantiram-me que isso será assegurado. No entanto, ontem falando com um primo que é canhoto também, ele aprendeu truques para usar a tesoura normal com a mão esquerda. O que o torna mais versátil, se acaso não houver uma tesoura adaptada à mão.

Maria, :)