14 de fevereiro de 2012

"Clube dos Encalhados"

Nunca fui apreciadora do dia de S. Valentim. 
Sempre encarei esta data como um dia que apenas serve para comerciantes e lojistas ganharem mais uns trocos. Acho que é uma data artificialmente criada para servir propósitos comerciais... raramente alinho no dia dos namorados, porque acho que sou namorada todos os dias.
E cada vez me faz mais espécie todas as campanhas a anunciar coisas com coraçõezinhos, ursinhos, estrelinhas e beijinhos... 
Postais de dia dos namorados, ofereço-os ao G. quando me dá na ravasca... e dou mais importância ao que escrevo no postal.

Mas recordo saudosamente os tempos em que no meu terceiro ano de faculdade, o nosso grupo de amigos, todos livres e desimpedidos (foi quase sempre assim. uns mais, outros menos... desde que entrámos na faculdade até que saímos, vá-se lá saber bem porquê) decidiu criar o "Clube dos Encalhados", e no dia de S. Valentim fomos todos jantar fora e comemorar a nossa solteirice!  Isto enquanto todos os casalinhos iam jantar fora!

Criámos regras e tudo para fazer parte deste grupo, e regras para quem deixasse de ter estatuto de encalhado! Tenho memória que implicava solicitar a aprovação aos restantes membros do clube.
Lembro-me que o primeiro jantar que fizemos foi um fartote de rir e divertimo-nos tanto, comemorando o nosso estado de pessoas solteiras, livres, de coração à espera de ser preenchido.
Éramos felizes assim, por enquanto!

2 comentários:

Tanita disse...

Que máximo, está a ver? tiraram partido deste dia para se divertirem, acho que todos os motivos são bons para fazer lembrar as pessoas que temos muito mais na vida, do que aquilo que às vezes pensamos. Bj**

Arco Iris disse...

Isto do S. Valentim é recente e, na realidade é mais para o consumismo, no entanto para o Amor nem que seja 1 dia.
Essa dos encalhados, também conheço,ainda bem que se divertiam e eram felizes mesmo encalhadas.
Bjs : )