3 de janeiro de 2012

Sabes?

É assim que o meu filhote começa as frases agora... 
A cada dia que passa, está mais desenvolto na sua capacidade de imaginar e inventar histórias e contar aquilo que vê, pelos seus olhos de menino. 
Já não é mais um bebé, já parece um homenzinho em ponto pequeno!
A semana que estivemos os dois de férias soube-me tão bem. Foi pouco até... acordar com ele a chamar por mim, poder ficar com ele na cama (dele, já que agora é grande eu já consigo caber lá...) a fazer ronha até nos apetecer, tomarmos o pequeno-almoço juntos sem pressas, sem correrias.
Ele parece ter desenvolvido ainda mais as suas capacidades de afecto e demonstrou uma meiguice desmesurada comigo e com o pai. Aprendeu quando deve dizer "esculpa" e fazia-o de forma sincera e despretenciosa.
Agora que já sabe as letras todas do "alfabeto" como já lhe chama, começou a associar as letras a palavras: o C é de ca'telo (castelo), o D é dinóssauo, o T é de tatahuga, o M é de macaco, o H é helicópeo. 
Adoro ouvi-lo dizer que o Q é o "queijo", o R é o "égue", o W é o "dábliú", o X é o "xinês" mas principalmente o Y a que chamava "falone" e agora é "ipalone"...
Descobriu que quando se "póta bem" a "mamã fica contente" como ele diz...
Adora o pai e fica mesmo contente quando o pai está em casa: "o papá não vai tabaiar, não, não..."
O expoente máximo deste menino que há meses fazia birras todos os dias e agora parece um poço de bom comportamento foi na passada sexta-feira, quando me pediu para andar no avião do Noddy. Expliquei-lhe que apenas tinha uma moeda e que só dava para uma viagem, para que ele depois não fizesse uma birra desmesurada, como fez há uns dois meses. Disse-lhe que quando a moeda terminasse, tínhamos que ir para casa.
Ele adorou a viagem e no fim aceitou vir para os meus braços, para descer.
E enquanto me dava a mão para irmos para o carro, diz-me: "Falipe qué potá-se bem, mamã".
Eu, mãe babada confessa, senti o meu coração inundar de orgulho e alegria!

8 comentários:

Mammy disse...

É por essas e por outras que ser mãe é tão bom!
Beijinhos

Magda E. disse...

óooooooo que amoroso!!!! ao mm tempo q quero manter a minha smp pequenininha estou desejosa q chegue essa fase!!! bj

Tanita disse...

Oh que emoção ao ler isto, como crescem depressa...sabes qual é o meu medo? de quando forem maiores e já não nos abraçarem ou darem beijinhos, de nos acharem umas melgas...por isso temos de aproveitar ao máximo estes momentos. Só me apetece beijar as bochechas do teu filhote, de tão querido que ele é. Bj**

Sónia disse...

É tão bom ser mãe!!!!

Arco Iris disse...

São fases maravilhosas....aproveite muito bem .
Eu tenho algumas dessas sensações com o meu neto do meio , é incrivel como os miudos são tão desenvolvidos. Seja uma mãe muito "BABADA" pois tem motivos para isso e é um sinal de Amor.
Bjs =)

Ana disse...

Nota-se muito orgulho e alegria nas tuas palavras e tens boas razões para isso :)

Ni! disse...

O Y aqui começou por ser o "psilone". Depois, mais ele tentava aperfeiçoar, mais estranho soava: "i-pe-ssi-li-ó-ne". Agora já diz bem e eu já tenho saudades de o ouvir dizer coisas como "cantaram muito bem o alfamento" (alfabeto), "fantufa" (pantufa) e "tutão" (tostão). Crescem depressa demais!!!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

O meu é um maroto... começa a dizer bem: C de cão, A de água, etc... mas depois funde-se o fusivel e começa a dizer: C de batata, A de batata, G de batata hahahahahaha
e viva a batata frita!!!!