5 de janeiro de 2012

No poupar é que está o ganho

tirada do Pinterest
Não sou propriamente poupada, mas uso de algum bom senso no que toca a dinheiro, no que o gasto e como o gasto. Herdei alguma costela do meu pai, que infelizmente era uma pessoa sagorra e agarrada ao dinheiro...
Tenho que admitir que a melhoria de vencimento em 2011 contribuiu para um desafogo monetário e até para alguns desvarios que não deviam ter acontecido. 
Como não sou pessoa de me ficar a lamentar e de me arrepender, trato de aceitar que poderia ter sido mais comedida e assim não voltar a repetir o erro.
Uma vez que este ano promete ser de alguma forma, lúgubre e sombrio no que toca a dinheiro, há que tomar medidas de contenção, ter mais atenção aos pormenores e se isso significar poupança ou pelo menos equilíbrio dos rendimentos/gastos, melhor então!
Por isso, comecei a prestar ainda mais atenção aos preços das coisas que compro. 
Por exemplo:
- olhar para os folhetos dos hipermercados com olhos de ver mesmo - aproveitar promoções ou produtos com descontos em cartão. Em vez de comprar apenas uma unidade, como tenho a arrecadação, posso comprar logo 3/4 unidades em vez de estar a comprar quando tenho necessidade e depois ser mais caro ou não ter qualquer desconto promocional;

- tinha o hábito de comprar a carne embalada no hiper, mas descobri tão facilmente - burra e cegueta que andavas - que a carne no talho chega a custar cerca de 40 a 60 cêntimos a menos por quilograma. Pode não ser muito, mas qualquer euro que se possa poupar... além disso, concluí que a carne também acaba por ser de melhor qualidade, porque nas embalagens corre-se o risco de ter meio quilo de gordura mascarada debaixo dum bom naco de carne... inclusivamente estou a pensar em fazer uma visita ao talho do comércio local, quem sabe não tenho uma boa surpresa?!

- passei a trazer o pequeno-almoço de casa, apesar de já trazer fruta e iogurtes e bolachas de milho para ir comendo no trabalho. É que eu sempre tive o hábito de tomar o pequeno-almoço na pastelaria da esquina- este era o meu principal luxo pessoal, sempre gostei de ver pessoas logo de manhã! E não há necessidade de gastar 1.40€ todas as manhãs, quando com este dinheiro posso tomar 2/3 pequenos-almoços em casa. Além disso, tem a vantagem de não me sentir tentada a comer um bolo em vez dum pão com queijo... poupo e ainda consigo cumprir melhor o plano alimentar da médica!

- vou investir numa máquina de fazer pão, porque aborrece-me ir ao pão todos os dias, e não há padaria nenhuma num raio de 200 metros de minha casa!Além disso, estou certa de que gastar 0.74€ num quilo de farinha dá para fazer mais de 10 carcaças!

- gostava de poder retomar um hábito que os meus pais sempre tiveram: comprar a fruta e os legumes no mercado municipal. E eu que sempre adorei andar no meio daquelas bancas cheias de cor! Além de ajudar os pequenos produtores, o produto sendo local será mais fresco e possivelmente mais barato. Mas isso tenho que investigar!

- aproveitei uns 6 bodys do Falipe e cortei-lhes a parte de baixo e fiz-lhes uma bainha, ainda estão bons em termos de tamanho e assim servem de camisola interior, em vez de ir gastar 7,49€ em camisolas na loja;

- determinei que todos os meses, vou aumentar o valor em € que já punha de parte numa conta que criei para isso - será um pé de meia para usar caso precise. Se não precisar, fica para o filhote!

Quanto a outros luxos... bem, não vou ao cinema há mais de um ano, não vou de férias nem lá fora nem cá dentro há 4 anos, corto o cabelo de 3 em 3 meses, não vou à manicure (faço eu em casa), compro roupa sempre em saldos, passei a almoçar no refeitório da empresa onde cada refeição custa apenas 3,50€, praticamente só gasto gasolina para ir e vir para o trabalho e ir levar o miúdo à escola.

Acho que só não vou abdicar dos meus dois almoços mensais de sushi (em dias que não gosto da comida no refeitório) e de comprar um ou outro livro (até isto compro em saldos para ler mais tarde), porque eu adoro as duas coisas!!

7 comentários:

Susana disse...

Tudo coisinhas boas de se fazer :) e faceis de conseguir...

AvoGI disse...

NANá
essa do cortar os bodies a minha filha faz isso com os pijamas corta o pé e serve de calças para andar por casa.
mas o café da manhã na esquina sabe tão bem e sao só 60 cêntimos eu nao prescindia disso quando ia para a escola , tomava o pequena almoço em casa, mas o meu café!....
tb olho as promoçoes e compro por atacado, mas mesmo assim minha doce amiga o dinheiro vai-se esfuma-se
kis .=)

Mammy disse...

São boas ideias, sim senhora! Essa da máquina de pão, eu também gostava, porque gosto dele quentinho e como tenho o hábito de o congelar, nunca o como bem fresquinho. Mas a máquina é um bocadinho cara! :(
Beijinhos

Arco Iris disse...

Gostei de vêr as suas determinações .
Também gostei da ideia dos bodys, até vou aproveitar.
Não tenho máquina do pão, mas uma das minhas filhas tem e está muito satisfeita.
Bjs e boas poupanças

flor disse...

Excelentes resoluções. Tem mesmo que ser assim... eu também já reduzi algumas despezas que se pensarmos bem, nem afetam assim tanto a nossa vida e a nossa felicidade. Ps: Qto ao cabeleireiro vou no máximo duas vezes por ano , Bj

Cuca disse...

Excelente post com excelentes dicas de poupança! E o meu comentário é longo...

1 - Essa do talho não sabia mas também vou verificar se é ligeiramente mais barato no único talho aqui perto. Mesmo que ligeiramente, desde que seja mais barato vou aderir ao talho.

2 - A Máquina de Pão é um espectáculo. Eu dei uma à minha mãe há dois anos e ela faz todo o tipo de pão naquela máquina, e o pão sai maravilhoso: pão de trigo, pão integral, com sementes, de nozes... ficam todos deliciosos. Assim que puder também vou comprar uma mas não sei se sai mais barato.

3 - Eu tinha o mesmo luxo do que tu: tomar o pequeno almoço todos os dias fora. Quando trabalhava era o que mais gostava de fazer logo pela manhã. O cherinho do pão quente, bolos e o agradável aroma do café com leite faziam-me perder a cabeça mas desde que deixei de trabalhar perdi esse hábito e, numa altura de contenção de custos, ainda bem que já perdi esse hábito, por isso, e agora que voltei a trabalhar (graças a Deus), não saio de casa sem tomar o pequeno-almoço.

4 - Essa ideia dos bodies é fantástica pois o David tem o mesmo problema, ou seja, os bodies já estão curtos em baixo mas nas mangas e no tronco ainda lhe servem bastante bem. Como eu não tenho uma máquina de costura toda jeitosa (!!!!) vou ter que pedir à minha mãe que o faça pois ela sempre foi muito prendada com a máquina de costura (tem uma daquelas de dar ao pedal).

Quanto aos luxos também temos direito de os cometer de vez em quando. Mas só de vez em quando...

pontinhos ao vento disse...

Tudo boas dicas, muitas delas também já adoptadas...
Uma das minhas resoluções de 2011 foi realmente em relação ao livros: se compro um, o seguinte a ler é requisitado na biblioteca. Gosto de os comprar, de os ler, de os emprestar, mas é raro ir relê-los, por isso...

Beijo
Maria