9 de dezembro de 2011

Filmes da minha vida

tirada da net

Este não será de certeza o primeiro da minha longa lista, mas revi-o na semana em que estive que férias.
A primeira vez que o vi, nunca mais esquecerei! O F. tinha nascido havia apenas 15 dias e eu estava frágil e ainda com baby-blues. 
Chorei convulsivamente sem exagero nos últimos trinta minutos do filme, quando ele começa a ficar criança. O G. até ficou assustado comigo e eu só lhe disse: "não foi a altura mais indicada para ver este filme..."
Pensei que quase decorridos 3 anos, não teria certamente a mesma reacção, e além disso já conhecia o filme e já sabia a história.
Enganei-me e chorei novamente, quase com a mesma pungência que da primeira vez! 
Não pelos baby-blues... mas porque desta vez assimilei a mensagem que transmite sobre o que é isto da mortalidade, da velhice e da juventude! De como o nosso corpo se vai deteriorando e ficando decrépito... 
Continuarei a ser fã deste filme, não só pelo desempenho do Brad Pitt (actor de quem gosto desde que o vi pela primeira vez no Thelma & Louise), mas pela história que conta, pela perspectiva diferente que traz daquilo que é nascer, viver e morrer!
Sinceramente, acho que é mesmo melhor vivermos a nossa vida como é natural: nascer bebés e morrer velhos, do que ser bebé num corpo de velho e velho num corpo de bebé!

11 comentários:

AVOGI disse...

Bom fim de semana pois então! e tb vi (roubado da net) o filme.
kis .=)
ah, e o homem dali debaixo nunca se calará!
kis :=)

Mammy disse...

Lindo! Adoro!
E o Babel já viste? E a Árvore da Vida?
Os dois com o Brad e os dois maravilhosos!
Beijinhos

Ana disse...

Nunca vi, mas tenho muita curiosidade. Gosto muito deste género de filmes e do Brad, claro ;)
Beijinhos e bom fim-de-semana :)

mfc disse...

A vida é mesmo difícil... e quando somos confrontados com ela revemo-nos e a isso não conseguimos resistir.
Beijinhos para ti.

Turista disse...

Querida Naná, ainda não vi, mas está na minha lista. Agora com a tua apreciação, fiquei com mais vontade ainda de o ver. Obrigada pela partilha. :)

Arco Iris disse...

Sem dúvida um bom filme com a intrepetação ( sempre ) fantástica de Brad Pitt.
Também chorei !.....

Lacorrilha disse...

Mas se eu chorei a ver esse filme.

Paulo Nunes disse...

Tambem gostei desse filme!
Não sei se preferia viver assim.. dessa maneira.. se calhar era melhor...os problemas da velhice era do passado :)

Naná disse...

Mammy, adorei o Babel! O Árvore da Vida vi recentemente e fiquei abananada durante uns dias...

Tanita disse...

também adorei este filme.

Mammy disse...

Naná,
A Árvore da Vida abana qualquer um...
Poderoso, não?
Bjs