8 de dezembro de 2011

8 de Dezembro 2009

tirada da net

Na manhã desse dia dormi até quase à hora de almoço, vencida pelo cansaço excessivo que já ameaçava levar-me ao esgotamento. O meu cérebro já só pedia para desligar, desligar...
De repente uma chamada no telemóvel, dum n.º de Lisboa. Atendi ensonada, a tentar disfarçar que me tinham acordado às 12h...
Quando ouço a mulher do outro lado dizer que era do Serviço de Neurocirurgia do Hospital de S. José, soube instantaneamente o que me ia dizer de seguida.
Sem grandes rodeios, directa ao assunto, fui informada que tinhas sucumbido à doença com que lutavas desde que tinhas sido operado apenas dois meses antes...
Se por um lado senti um certo alívio, porque sabia que o teu e o meu sofrimento chegara ao fim, por outro a dor foi infinitamente maior... Arrastei-me do quarto até à cozinha, à procura do G. e do F., usando as paredes como apoio, para não cair no chão, como caí à porta da entrada da sala, num pranto asfixiante e aflitivo.
Suspiraste o teu último sopro às 11h... e nesse momento, fiquei inexoravelmente órfã!
Este passará a ser sempre um dia triste na minha vida, em vez de um dia alegre em que dou os parabéns à tia Margarida, que este ano completou 88 anos...

15 comentários:

AVOGI disse...

88 anos? um beijo À tia MArgarida e ... a ti... peço o mesmo que para mim: que a memorias me acompanhem e nunca me esqueça dos que me fizeram feliz.
kis :=(

mfc disse...

Há dias que nos marcam para sempre.
Toma um grande grande xi apertadinho.

CoriscaRuim disse...

Como compreendo...

Beijinho grande para ti e para a Tia Margarida...88 anos é obra!

Arco Iris disse...

De vez em quando visito o seu blogue, hoje vou deixar o meu comentário e sobretudo uma palavra de conforto.
A Vida é feita destes momentos que nunca iremos esquecer.
Um beijinho à tia Margarida.

Lacorrilha disse...

Um abraço apertado.

Paula disse...

Beijinho grande xx

cuca disse...

Pensa ao contrário: passará a ser um dia alegre por dares os parabéns a uma pessoa querida já com uma idade de fazer inveja. Não desrespeitando, claro, o outro lado mau desse dia.

Ni! disse...

Beijinho no coração <3

Naná disse...

Avogi, sim já são 88 anos e ela diz que está uma velha qualquer que não presta para nada, todos os anos!


Mfc, é mesmo, há dias que ficam para sempre. Obrigada!

Corisca, eu sei que me compreendes! São 88 anos duma mulher linda!

Arco Iris, obrigada pela visita e especialmente pelas palavras de conforto!

Lacorrilha e Paula, obrigada pelo apoio!

Cuca, sim, a Margaridinha é uma pessoa linda! Adoro-a desde miúda, e era a irmã preferida do meu avô!

Ni, voltaste!!! Obrigada, minha querida!

Ana C. disse...

Sabes que as datas têm uma estranha forma de nos aprisionar. Ouvi (não me lembro onde, nem quando) que deviamos poder libertar-nos delas. Os números num calendário, quando se aproximam e nos lembram do fim de alguém que amamos, tolhem-nos, encolhem-nos, recolhem-nos, paralizam-nos...
Um grande abraço atrasado para ti, Naná. Mãe, filha, mulher. Tens um enorme caminho à tua frente, cheio de momentos felizes. Tenho a certeza.

Ni! disse...

Always here! Mesmo quando não conseguia comentar, vinha cá todos os dias saber de ti.
Beijo enorme!

Ana disse...

Força, querida :)
Às vezes, vale mais sentir essa saudade do que, tal como eu, ter um pai que não é digno que lhe chamemos pai. Já não o vejo há 14 anos e sinceramente, nem o quero ver, acho que ainda tenho medo dele.
Agarra-te ao facto de saber que o sofrimento dele acabou e que recordarás para sempre o melhor do teu pai.
Um grande beijinho

meninaluaprimavera disse...

um abraço bem apertadinho!

Naná disse...

Ana C. como gostava de me conseguir libertar do significado de algumas datas... Obrigada pelo apoio!

Ni, eu sei que sim, querida!

Ana, nem quero imaginar o que é ter um progenitor a quem não amamos... eu tinha imensas quezílias com o meu pai, mas no fim ficou só a memória boa, do carinho e do amor que me devotou!

Meninaluaprimavera, obrigada!

Tanita disse...

Oh querida, tenho sido tão má, nem vi este teu post. Um beijinhos grande e atrasadissimo...