15 de julho de 2011

Eu gosto de aprender! (e já vos disse que gosto de costura??!!)

By Naná

pormenor



Quando quero aprender alguma coisa que me interessa não descanso enquanto não frequento uma formação, ou um workshop, ou enquanto não vou a uma conferência ou congresso!
Depois fico tão feliz quando sinto que o investimento feito ou a formação escolhida são mesmo aquilo que eu queria! Para mim, sempre foi fácil aprender e eu tiro prazer nisso!
Desde que me lembro, desde miúda, sempre tive na minha ideia que um dia, quando fosse mais velha, aí quarentona, havia de me inscrever em aulas de bricolage e artes decorativas e coisas assim do género! Porque sempre gostei disso, e achava muito giro!
Curiosamente, enquanto andei na escola, nas aulas de trabalhos manuais, acabava sempre invariavelmente por ficar no grupo das "madeiras", e a fazer trabalhos que envolviam serrar madeira, limar com lima ou grosa, martelar pregos ou roscar parafusos ou camarões. Gostava, mas aquilo acabava por se tornar monótono e eu ficava sempre cheia de serradura ou fuligem da madeira ... 
E para minha grande pena, quando chegava a altura de rodar os grupos das madeiras para o grupo da fada-do-lar já estávamos no final do ano e; nunca se chegava a fazer a troca... por isso, nunca aprendi nada disso!
Mas o desejo de aprender estas coisas feitas com as nossas mãos, saídas da nossa imaginação surgiu mais cedo do que eu tinha pensado... não foi aos quarentas, mas sim logo agora aos trintas... e numa altura em que tenho pouco tempo para me dedicar a isso, apesar da enorme vontade!
Ideias não me faltam e do que me lembro, sempre fui elogiada nos trabalhos manuais que fazia. Diziam-me que tinha jeito para fazer coisas à mão, pena ser tão tentada ao perfeccionismo e levar aquilo muito a sério, provocando-me alguns acessos de stress e perda de paciência... 

Uma vez que o tempo não abunda, tenho ido participando em  alguns workshops ao fim de semana, se bem que é complicado, porque o meu filho ainda é muito pequenino para me acompanhar e o pai descansa de dia. Também é complicado deixá-lo com alguém de família, porque os meus familiares mais próximos também têm a vida deles e eu não gosto de abusar dos meus primos... 
Mas tenho ido e tenho aprendido tanta coisa engraçada e interessante.
Além disso, também tenho conhecido pessoas muito queridas e bem dispostas, o que fazem com que aprender seja ainda mais divertido!
Este fim de semana que passou, não foi excepção! Adorei aprender novos truques e técnicas, algumas tão simples, com a Anita Catita, que é uma simpatia! Gosto de pessoas que têm prazer em ensinar e além disso, são "ensinantes" natas!
E o que eu me diverti com a D. Helena, uma senhora já com uma certa idade, mas tão bem disposta e brincalhona! É aquela sr.ª que todos nós gostaríamos de ter como nossa avó... 
Descobri que ela dá aulas de costura há anos. Dá cursos de costura numa associação não muito distante de minha casa, o que me deixou entusiasmada! 
Acho que vou ter que arranjar uma forma de conseguir ir aprender algumas coisinhas com ela!!

7 comentários:

Tanita disse...

Naná,
a sério que consegues fazer estas coisas? está lindo. Eu não tenho jeito nenhum, nem nunca usei uma máquina de costura. Ah que inveja, também gostava de saber...
Bj** e bom fim-de-semana

Alice disse...

tens muito jeito!! :) já eu, com muita pena minha, tenho duas mãos esquerdas no que se refere a trabalhos manuais.

beijinhos

**

mfc disse...

E para além do gosto que isso dá.... poupas uma pipa de massa!
Parabéns.

MARIA MARIQUITAS disse...

Está lindo, per feito e com muito, mas muito bom gosto!!!! Grande Nána!!! Continua e vai mostrando as tuas criações!

Beijinhos :)

Naná disse...

Obrigada a todos pelos elogios! Não ficou assim tão perfeito quanto gostaria, mas para primeira vez, o saldo foi muito positivo!
Tanita, se queres aprender só tens que te "atirar" à coisa!
Alice, eu acho que toda a gente consegue ter jeito para fazer coisas à mão!
Mfc, além de poupar uma pipa de massa, fico com coisas únicas e inigualáveis!
Mariquitas, minha querida, este elogio vindo de ti, significa mesmo muito! Vindo duma "doutorada" como tu nestas matérias ;)

Carla Delgado disse...

A tua máquina é igualzinha à minha.
Eu adoro costurar, ajuda a relaxar-me. Tenho muita pena que seja só de vez em quando, mas é como dizes...o tempo não abunda.

Naná disse...

Carla, esta foi "herdada" da tia do meu marido, mas a minha de estimação é uma Singer fixa, nunca falha! Eu também adoro costurar, porque faz isso mesmo: relaxar! Pena que o meu filhote nem sempre me deixe ficar zen a costurar como queria...