30 de junho de 2015

Falipices #81

O Falipe, desde que o irmão nasceu, está sempre a manifestar a sua vontade de ter ainda mais irmãos.

O que é estranho, tendo em conta que o irmão passa metade do tempo a berrar e/ou aos gritos.

Há dias, voltou a tocar no assunto.

- Oh mãe, quando é voltas a ficar gordinha?!

Como não atingi onde ele queria chegar, perguntei:

- Mas queres que a mãe fique gordinha outra vez porquê? (como se eu não estivesse já uma baleia?!)

- Então, mãe?! Para teres outro bebé... eu queria mesmo uma mana!

E eu pensei para comigo: "meu querido filho, eu sei que queres muito ter mais irmãos, mas depois das mais de 365 noites sem dormir que se passaram desde que o teu irmão nasceu... não volto a ficar gordinha mesmo..."

4 comentários:

Paula disse...

Vou comentar este teu post com um meu publicado em Junho de 2012:

"
22h
Dar de mama ao mais pequeno, entregá-lo ao pai e ir deitar a mais velha... (adormecer profundamente, provavelmente primeiro que ela)

00.30h
Acordar com o choro do mais pequeno, fugir da cama da mais velha e ir tratar dele...

03h
Voltar a acordar com o mais pequeno... mama, fralda, comer figos e pêssegos (eu, não ele!) e sentar no sofá... aparece a mais velha e deita-se ao meu lado...

03.30h
Volta a entregar o mais novo ao pai e deitar a mais velha novamente...

06h
Pirralho reclama novamente mas não adormece depois... o pai fica com ele na sala e eu durmo até às 8.30h...

A pirralha vai para a creche e ao despedir-se volta a dizer que quer uma mana... sim, sim filha... conta com isso mas só quando aqui a je tiver uma grande crise de amnésia e não se lembrar destas noites…"

Tenho muitas falhas de memória causadas pelo cansaço e noites mal dormidas nestes últimos 7 anos, mas amnésia não ;-)

Beijinhos xx

Amigo Imaginário disse...


Soube tão bem passar o fds a matar saudades de um bebé, sabendo que na 2a feira já tinha a minha vida de volta! :)

desabafosemrodape disse...

Uma maninha? :))
Bom resto de semana.
Beijinho,
Mia

Joana disse...

Adoro o Filipe e as suas Falipices! Como te compreendo, assim de repente, também não quero ficar mais gordinha... ;) Beijinho