9 de maio de 2014

Semanário de gravidez #15

Esta semana tem sido uma de emoções fortes.
Uma autêntica montanha russa!

Comecei a acusar o cansaço de estar permanentemente sentada no escritório e a ansiar mesmo muito por poder estar por casa, contrariamente ao que me sucedeu na primeira gravidez... estar sentada horas a fio é o equivalente a sentir as pernas e os pés a incharem a olhos vistos, como se de um balão a ser insuflado se tratasse.

Para ajudar à festa, o G. num momento de azar dá uma queda de mota e desloca um ombro... ida ao hospital para encaixar o ombro e 3 semanas de braço imobilizado. É incrível a quantidade de coisas que um ser humano não consegue fazer apenas com um braço e uma mão operacionais... das tarefas mais simples e elementares mesmo como despejar um copo de água dum garrafão ou abrir um frasco de comprimidos... Estou oficialmente destacada como enfermeira a tempo inteiro, já que a baixa médica do G. potenciou mais rapidamente a minha baixa médica por gravidez.

Apesar de ter que realizar mais esforços agora que antes do azar, confesso que o facto de me mexer mais, estar de pé mais tempo e sempre de um lado para o outro me têm ajudado a reduzir o inchaço das pernas e pés. É certo que a coluna se ressente um pouco (estar sentada também não me ajudava nada!), mas vou alternando momentos de descanso que me ajudam a aliviar.

Falipe parece estar a entrar em modo ciúme e nervoso miudinho, ou pelo menos assim o julgamos... já que esta semana já foi posto de castigo na escola por 3 ocasiões diferentes e a professora e auxiliar dizem-me que ele está muito "carente". Em casa o comportamento parece ser similar e apesar de conversarmos muito com ele para tentarmos perceber que "bicho lhe mordeu" ele esquiva-se e diz que não sabe ou "não me lembro"... e isso custa-nos como pais! Queremos perceber o que o está a incomodar, mas não estamos a conseguir fazê-lo... sabemos apenas que ele tem tendência para não nos ouvir, não respeitar o que lhe dizemos (às vezes chega mesmo a reagir rindo em tom de gozação) e é fácil de ver que anda numa de esticar a corda e tentar estabelecer novos "limites de rebeldia".

O bebé está bem e recomenda-se! Mexe-se que é uma coisa fenomenal! A minha barriga parece um verdadeiro tambor quando ele começa nas suas sessões de movimento. Continua o mesmo desenvergonhado, já que na ecografia que fizemos esta semana, a primeira coisa que deixou ver foram os tintins e a pilinha... Um descomplexado, portanto!

Vou ter uma conversinha de pé de orelha com ele, para ver se ele não decide fazer uma parecida com o irmão mais velho e vir 3 semanas antes da data prevista. É que agora, não convinha mesmo nada!

5 comentários:

desabafosemrodape disse...

bom dia Naná! Que semana frenética. Está tudo em grande movimentação, e o peso não ajuda muito à locomoção, mas, pelo menos, há um fator positivo; as pernas menos inchadas. O irmão mais velho é capaz de estar a começar a processar a responsabilidade que aí vem, ou até algum(a) colega da escolinha lhe pode andar a enfernizar "o juízo" com a vinda do irmão, e ele está mais abatido e reage assim. Boas melhoras e bom fim de semana!

gralha disse...

Fica sossegadinho, bebé, que a mãe agora tem muita gente a quem dar atenção. Logo terás muito tempo para colo e mimos :)

Magda E. disse...

As melhoras do G. E a ver se o teu pilocas mais velho entra nos eixos outra vez, que em fins de gravidez, chatices a mais ninguém merece.

Nadine Pinto | Fotografia disse...

Porta-te bem, pequenino!

Paula disse...

As melhoras do G e que tu possas descansar o máximo possível para esse pequeno ficar no forno mais um bocadinho. Beijinhos xx