18 de outubro de 2013

Poesia de rua

Pelo meu aniversário andei por Serpa...

Numa daquelas ruelas estreitas, empedradas, limpas e lindas, características da zona histórica, encontrei esta poesia.

Adoro dar com estes pormenores dispersos!


6 comentários:

Arco Iris disse...

Conheço.
Vou algumas vezes a Serpa, tem o seu encanto.Gosto muito.
Bom Fim de semana

Paula disse...

Pormenores que nem toda a gente repara! Beijinhos e bom fds x

desabafosemrodape disse...

estas placas são colocadas nas ruas de certas cidades, e nem sempre damos com elas.conheço muito "alentejo", mas não Serpa. pelos vistos há por lá bons motivos. bom fim-de-semana.
beijinhos

Lacorrilha disse...

Ai que maravilha. Eu sou completamente apaixonada pelo Alentejo, pela região do Douro e pelos Açores. Para mim são os cantinhos mais belos de Portugal.
Boa semana!

kuka disse...

E foi ao restaurante Molhóbico? Se não foi devia ter ido!

Naná disse...

Arco Íris, eu gostei muito. Achei muito pitoresca!

Paula, é mesmo ;) mas eu reparei neste em particular e dá cá um gostinho!

Desabafosemrodapé, vale a pena ir conhecer!

Lacorrilha, além desses que mencionas, tenho a dizer que adorei o Minho!! Estou a precisar de lá voltar!

Kuka, não almocei lá, mas sim no Alentejano onde comi umas deliciosas plumas de porco preto. Fico com a referência para a próxima que lá vá... já que fui a um domingo e a maior parte dos cafés e restaurantes estavam encerrados...