30 de maio de 2013

Pessoas "normais"


Por vezes ansiamos pela "normalidade", por uma vida pacífica, sem sobressaltos, igual à dos demais.
De algum modo, acreditamos que são felizes e queremos viver igualmente uma felicidade pacífica.

Chegados a esse patamar, podemos acabar por descobrir que a "normalidade" não tem nada de feliz e que viver uma vida "pacífica" é mesmo uma tremenda seca!
Descobrimos que a normalidade não passa duma ilusão em que escolhemos acreditar.
Talvez sejam mesmo felizes!

Mas demasiada "normalidade" aborrece, maça e cansa...

6 comentários:

Magda E. disse...

concordo!

Mammy disse...

Cansa tanto!!!
Não gosto de pessoas normais, a normalidade aborrece-me demais. Gosto de pessoas um pouco doidas, que me espevitem. É tão mais saudável uma loucurazinha aqui e ali! ;))
Bjs

Maria Duarte disse...

Muitas vezes, da vida dos outros vemos o que nos querem mostrar e, aquilo que selectivamente decidimos "ver".
E tantas vezes que é bem diferente da realidade.

Naná disse...

Magda ;) um bom fim de semana para ti!

Mammy, eu não gosto nem deixo de gostar de pessoas normais... mas também prefiro as pessoas mais "doidivanas" :)

Maria, sem dúvida, que só mostram aquilo que querem que vejamos. Cabe-nos a nós ver o que não está lá muitas vezes. Mas aqui falo mais da ilusão que criamos em querer seguir a norma, achando que isso nos traz felicidade. Nem todos são felizes da mesma forma!

Melissinha disse...

Amo Pulp! Épico!

Paula disse...

Acho que temos de ser normais dentro dos nossos parâmetros. Assim seremos todos diferentes e não temos de encaixar dentro da normalidade do outro. Quando o tentamos fazer desistimos de nós mesmos...