20 de setembro de 2012

Oficialmente Záfonizada!


Dizer que devorei este livro como se não houvesse amanhã deve corresponder mais ou menos à verdade.

Este livro aparecia bem referenciado em tudo quanto era lado, mas quando há pessoas como a Melissinha que dizem que é uma leitura obrigatória, é porque há fogo neste fumo!

Fiquei presa a uma história mesmo muito bem escrita, com personagens ricas e bem caricatas, num enredo muito bem construído com reviravoltas surpreendentes e totalmente inesperadas. Há anos a anos que não me sentia assim fascinada por um livro como sucedeu com este.
Mesmo a duas ou três páginas do fim não era capaz de perceber como aquilo iria acabar... e isso deixou-me em suspense, fez-me ler 50 ou 60 páginas de uma assentada com uma sofreguidão enorme, ansiando chegar ao fim, mas sempre com aquela percepção de que depois de chegar ao fim não iria querer mais que a história lá chegasse...
Este é um livro que vou guardar como um verdadeiro tesouro entre os muitos, mas mesmo muitos que tenho em casa!

5 comentários:

Isilda disse...

Tal como tu, não o li, devorei-o. E chegar ao fim, é causa de tristeza; queria mais.
Felizmente, ele tem mais, por isso põe mãos à obra.
Beijinho

teardrop disse...

Eu também o li de uma assentada! E estou a ler "O Prisioneiro do Céu" há 2 dias e já vou a meio :)
Beijinhos

luisa disse...

Vou tomar nota...

Uba disse...

Nunca li nenhum desse autor. Deixaste-me curiosa! :)

mypencil2b disse...

Tenho andado a namora-lo, mas ainda não o comprei!