29 de junho de 2012

Tri Pata

Há duas semanas atrás, numa ida à casa de campo, encontrámos algo de invulgar. 
A Mãe Natureza tem coisas que não se explicam e este pato trípede é um desses casos.

Fomos encontrá-lo sozinho, com apenas dois ou três dias de vida, a piar com fome e sede e meio agrilhoado a um silvado, exactamente porque este pato bravo, não têm duas patas mas sim três!
Uma terceira patinha acoplada na zona do rabiosque e lhe anda pendurada e possivelmente o impediu de seguir a mãe pata e os seus irmãos patos, deixando-o entregue à sua sorte.
Sem saber bem o que lhe fazer, mas não o querendo abandonar a um triste fim (que julguei ser o mais provável), deixei-o em casa de uns primos meus, que têm galinhas e ovelhas e poderiam tomar melhor conta dele do que eu e teriam um espaço bem mais adequado a receber o pobre pato "tri pata".
Foi o melhor que podia ter feito, porque o sortudo não só sobreviveu, como foi adoptado por uma galinha e pelos seus filhos pintos!
O pato que cabia na palma da minha mão, está de boa saúde e anda todo feliz com a sua família adoptiva.
Se eu fosse muito supersticiosa, poderia pensar que encontrar e salvar um pato com 3 patas (mesmo que a 3.ª não seja funcional, e não lhe afectando o equilíbrio de forma alguma) seria um bom augúrio e um sinal de sorte!
a terceira pata é aquela que está ali pendurada!



10 comentários:

© Jardim de Algodão Doce disse...

A natureza nem sempre é perfeita! Mas quiça não será um sinal de sorte ( tal como um trevo de 3 folhas ) ;)

t disse...

a natureza não é perfeita mas arranja maneiras de compensar! que belo acto o seu e das galinhas do seu primo :)
***

t disse...

a natureza não é perfeita mas arranja maneiras de compensar! que belo acto o seu e das galinhas do seu primo :)
***

Arco Iris disse...

Um final Feliz para esse patinho.
Obrigada pela partilha.
Bjs :)))

Melissinha disse...

quac

Ana C. disse...

para quando o arroz de pato? Essa patinha pode dar-lhe um gosto especial (acompanhado de gargalhada malévola :))

Naná disse...

A natureza tem coisas absolutamente fantásticas!


Oh pá, Ana C.... os meus primos querem que eu o baptize... se eu faço isso, depois serei incapaz de comer um arrozito com ele...

Lemon disse...

Se baptizas o bicho acaba o arroz de pato, começas a pensar que vais comer o x ou o y e pimba... aconteceu o mesmo com a Matilda, vai morrer de velha a galinha ;)

abspinola disse...

Um final feliz
Gosto de historias assim.
Bjstos

mfc disse...

Fizeste o que devias ter feito!
Sabes que és mesmo linda?!