21 de junho de 2012

Na margem do rio "disclaimer"

O Kuka fez um reparo e bem, sobre esta casa linda que mostrei. 
E sim, Luísa, é um moinho de maré recuperado.
Aliás, ao longo do rio Arade existem outros, uns em ruínas e outros recuperados. Sei que um deles depois de ter sido recuperado, foi totalmente vandalizado, na ausência dos seus donos.

Ora dizia eu que o Kuka fez um reparo e foi bastante acertado, sobre a localização da casa e em particular da vista que esta casa tão pitoresca tem... Curiosamente, Kuka, já tinha tirado as fotos, mas não as tinha publicado...

A casa é realmente pitoresca, mas a poucos metros passa a estrada nacional, com um movimento de carros diário, que produz um ruído que consegue ser bastante desagradável... 
Além do mais, logo depois da estrada /ponte ficam umas salinas... com isso vêm os maus cheiros e os insectos todos e mais alguns. 
E já nem falo do cheiro nauseabundo das lamas do rio, consoante as marés e a orientação do vento.

Por isso, esta casa é pitoresca, com certeza, mas a sua localização já não o é assim tanto. 
Decidi mostrá-la porque a acho encantadora e uma inspiração para mim, para um dia que tenha possibilidade de recuperar a minha casa de campo!

Gostei da forma como mantiveram as características da casa, e como lhe adicionaram alguns elementos "modernos" que ajudaram ainda mais a manter a tipicidade deste antigo moinho de maré.
Aqui ficam as fotografias do que está do outro lado da estrada/ponte.







2 comentários:

Lacorrilha disse...

Adorei as fotografias, o reflexo está perfeito.

flor disse...

Adoro as fotos :)