29 de maio de 2012

Rosas do meu roseiral

Quando este fim de semana fui até à casa de campo, que herdei dos meus avós, tive uma agradável surpresa.
A roseira branca que eu sempre adorei, porque orlava a entrada da casa e que foi praticamente dizimada pelas máquinas retro-escavadoras e cilindros, quando a câmara municipal fez obras de alargamento e beneficiação da estrada que passa à porta, renasceu!!
E mostrava todo o seu esplendor!
A Mãe Natureza tem destas coisas... sem grandes cuidados ou ajudas, fez esta roseira despontar novamente e ficar carregada de rosas brancas, meio "acorderrosadas" quando estão a desabrochar e têm um perfume tão suave e agradável. 
Só tenho pena que as pétalas durem tão pouco tempo. 
Mas quando se desfolham, o chão parece coberto de "neve".

As fotografias só não ficaram melhores, porque estava uma ventania tremenda e as rosas não sossegavam em condições...





6 comentários:

Anita disse...

e que rosas lindas.
bj

AvoGI disse...

NANÀ
fizeste-em soltar um ah, bigue Ah lindas sem dúvida
kis .=)

Naná disse...

Anita, obrigada! :)

Avogi, boa! Sabes que já tirei umas 3 ou 4 fotos da minha terra e nenhuma ficou cá ao meu gosto para te mandar?! Eu hei-de conseguir!!

Sonia Corv disse...

Gostei especialmente da última. Pena que as que compramos na florista, não cheirem a nada:) A Mãe Natureza tem destas coisas:)

Tanita disse...

Foi um presente para ti e para a tua dedicação a essa casa. Bj**

mfc disse...

Estão liiiiindas... mas a 1ª foto é mesmo um encanto!