10 de abril de 2012

Má fé

Desculpem mas hoje deu-me para isto...

Serei só eu que acho que a isto se chama má fé??!!!

http://economia.publico.pt/Noticia/suspensao-das-reformas-antecipadas-nao-foi-anunciada-antes-para-evitar-pedidos-anormais-diz-passos-1541385

Já não basta impedirem as pessoas de requerer a reforma quando bem lhes aprouver, mesmo que estas tenham cumprido os anos exigidos por lei para tal, independentemente de terem atingido os 65 anos, como ainda se fecham nas copitas para evitar que as pessoas tomem a decisão mais cedo do que mais tarde.
Além de achar isto uma falta de consideração por quem já descontou uma vida inteira para obter o direito a reformar-se (já o mesmo não se pode dizer dos senhores ex-deputados e ex-governantes deste país, que basta cumprirem um ou dois mandatos e já lhes saiu a sorte grande!), acho de uma falta de carácter, (ou direi "espinha"?!), não terem sido frontais sobre as medidas que iam ser tomadas.

Será que o Sr. Presidente da República também vai enviar a legislação ao Tribunal Constitucional por ter dúvidas sobre a constitucionalidade do seu conteúdo, com receio de que seja atentatório dos direitos dos demais, como fez com a lei do enriquecimento ilícito! Pobrezinho dos senhores que enriqueceram de forma um tanto obscura...

Estou certa de que aqui nunca ele clamará inconstitucionalidade nesta matéria, porque o Pedro que paga é sempre o mesmo...

9 comentários:

Tanita disse...

Se esta medida é para o Povo também deveria de ser para os senhores ministro e deputados. É uma vergonha. O país está bem para quem rouba e muito!

Sónia disse...

Olá Nana,

Tem sido medidas sem pensar na parte social, lucro meus senhores, quereis ou não? Coitados dos senhores ricos e poderosos, amigos do Pedrinho e do Anibal, que vivem tão mal quanto o povo!
Inconstitucional, é esperar por uma casa que é nossa, onde uns quantos vigaristas a ocupam e a justiça não faz nada ou a demora é taaaoooo grande (também estou revoltada, pronto já disse!)

Paulo Nunes disse...

Permite-me discordar :P
Pode ser uma questão de má fé.. podem não ter feito da melhor maneira.. mas era a unica maneira possivel de travar a despesa publica neste momento. O problema é que a idade da reforma e os custos associados estao cada vez a aumentar sem que haja regeneração da camada mais jovem. Se as reformas fossem mais baixas.. já nao havia este problema... mas não é o caso. E como portugueses ke somos....se soubessemos ke iam fazer isto...uma larga maioria iria pedir a reforma o que ia causar o caos na SS. A questão dos direitos e deveres é um assunto que gostava de falar num post meu.. e certamente ke vou abordar isso!

Naná disse...

Paulo, desculpa mas esta não é uma medida de redução da despesa, a meu ver!

Achas que uma pessoa que descontou durante 40 anos mas ainda tem apenas 60 anos de idade não cumpriu já com o seu papel?
E além disso, ao não permitir reformas, estão a impossibilitar que pessoas mais novas entrem no mercado de trabalho e haja a tal regeneração de que falas.
E já nem falo sobre a penalização que é aplicada a quem pede a reforma antecipada...
Se queriam reduzir despesa com reformas deixassem de pagar 2 e 3 reformas aos ex-primeiros ministros e ex-presidentes da república. Porque é que eles ganham 2/3 quando nós trabalhamos para receber apenas uma?
Além disso, o PPC há uns meses dizia-se preocupado com a despesa na função pública e que preferia reduzir vencimentos aos funcionários do que reduzir o seu número. Ao aceitar reformas antecipadas, podia reduzir o número e trancar concurso para admissão de pessoas para aquele posto de trabalho.

Paulo Nunes disse...

Naná...lá por as pessoas reformarem-se.. não significa que entrem pessoas para o mesmo posto o que significa menos comparticipações para a SS.. e isto multiplicado por muitos imagina!.
A questão das reformas dos politicos e afins é um pingo no meio do oceano.Moralmente deviam ter uma reforma muito mais baixa e apenas uma com o máximo de 1800 euros e já era muito para o que fazem.
O problema da despesa publica esta nas PPP e institutos publicos, mais obras publicas que nem deviam ter sido feitas e muitas outras coisas que todo o mundo já sabe. Quem aceitou isso.. devia ser posto na cadeia porque estragou o nosso futuro. Agora com contratos já feitos, as indeminizações seriam de tal ordem que o estado ia à falencia. E o mais fácil é sempre o zé povinho infelizmente.
Para corrigir isto... e como dizia aquela senhora mas eu falo a sério.. devia-se suspender a democracia e malhar naqueles que estragaram este país, por ordem nisto e quando tudo tivesse normalizado... a democracia voltaria.

Naná disse...

Paulo, vai-se a ver e afinal até estamos de acordo!
Só não concordamos na forma de fazer as coisas... e eu imagino sim, porque apesar de descontar e bem todos os meses e desde há 10 anos para cá, sei que nunca verei a cor do dinheiro da minha reforma!
Quanto aos tectos das reformas, acho que não devia ser apenas para os políticos, devia ser para todos!
Nas PPP ninguém quer mexer e sobre isso pouco se tem dito desde que foram eleitos, mas foi a bandeira da campanha do actual governo. É tudo uma questão de "perspectiva", certo!!

Eu não iria tão longe a ponto de suspender a democracia, mas sim, teríamos que malhar em todos os que arruinaram este país e andaram a viver acima das possibilidades, com o dinheiro dos contribuintes, o meu e o teu e o de todos os que pagam os seus impostos como manda a lei!
Mas se nem conseguimos que haja uma lei de jeito que permita criminalizar quem enriquece de forma obscura e ilegal... como queremos nós condenar quem praticou gestão danosa?!

Paulo Nunes disse...

E como é que podes criminalizar alguem se as provas são poucas, mas toda a gente sabe que houve corrupção se estiveres numa democracia? :) Não dá!
Por isso.. este país está como está! há sempre uma maneira de contronar a lei.. parece um queijo com buracos.

Naná disse...

Paulo Nunes, eu tenho cá para mim que as provas não são poucas... elas estão é bem fechadas a sete chaves e as "polícias" têm poucos meios à disposição e esbarram contra muita coisa e direito "inconstitucional" e o código penal favorece o meliante e o corrupto!

mfc disse...

Já assinou de cruz!!!