28 de abril de 2012

Falipices #13

Nas raras vezes em que aceita espontaneamente a indicação de que deve arrumar os brinquedos todos que espalhou pelo tapete e chão da sala, fico pasmada com duas coisas:

- a perfeita concentração com que o faz e o cuidado extremo em colocar tudo ordenado no sítio de onde retirou

- a forma como põe a ponta da língua de fora, ao canto da boca, em sinal de esforço, tal como eu sempre fiz e tal como sempre vi o meu pai fazer quando estava concentrado numa tarefa.

6 comentários:

mfc disse...

Essas coisas herdam-se!!
É tão giro ver que essas coisas permanecem...

Beijinhos,

triss disse...

oh, tão engraçado!

carla disse...

o meu filho do meio também faz isso assim como me lembro perfeitamente de ver o meu pai fazer.

Beijo e boa semana

Mammy disse...

O Falipe sai à mãe... e ao avô!
:)))
Bjs

Tanita disse...

Lindo!

AD disse...

lol, a Eva tb abre sempre a boca quando quer algo ou se esforça, parece o padrinho!Tão giro! bjs