5 de abril de 2011

Memórias gravadas

Gostava de ter uma máquina fotográfica ou de filmar em cada minuto que estou contigo, sempre a funcionar, para poder gravar tudo de ti! Para poder registar toda a tua doçura, espontaneidade, as tuas expressões faciais. 
Cada alegria, cada espanto perante uma nova descoberta! 
Cada sorriso de felicidade por cada nova aprendizagem. 
Cada grito estridente de conquista. 
Cada entusiasmo com um desenho animado ou um utensílio novo de cozinha. 
Cada sobrolho levantado de suspeita e desconfiança (tão semelhante ao meu...). 
Cada beicinho a tentar convencer-nos a voltar atrás num "não"... 
Cada gesto de meiguice e cada gargalhada de satisfação com as nossas brincadeiras! 
Cada palavra nova aldrabada pela tua linguagem de menino a crescer! 
Todos os semblantes pacíficos quando adormeces nos meus braços enquanto te embalo suavemente, tentando colar-me o mais possível a esse teu corpo que um dia guardei no quentinho do meu ventre.
És uma criança linda, doce e brincalhona.
És o meu filho adorado e eu amo cada milímetro de ti e do teu ser com todas a forças do meu coração!

Por isso, queria gravar tudo de ti, para não permitir que a força do desvanecer da memória provocada pelo correr do tempo, vá enublando todos os momentos de ti!
Porque sempre te amei e amarei, e não quero perder um único segundo da tua presença na minha vida!!

4 comentários:

mfc disse...

Que Mãe mais babada e que post mais lindo!

Ni! disse...

So sweet :)

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Olha que texto lindo!

Naná disse...

Mfc, sou uma mãe babada assumidíssima!

Ni, tu sabes do que falo, que eu sei bem!

Constantino, obrigada pelo elogio e seja bemvindo!!